Cursos livres: o que são, para que servem e porque devo fazer?

Quinta, 15 de Outubro de 2020

Depois que a gente conclui o curso superior e consegue um emprego em nossa área, percebemos que se manter atualizado é muito importante, a profissão exige habilidades diferentes e o mercado de trabalho não para de evoluir, então gosta quando encontra algum profissional antenado nas tendências

Quando esse momento chega, temos muitas dúvidas de qual caminho seguir, se devemos encarar uma faculdade novamente, um curso técnico presencial ou até mesmo cursos EAD. É aí que entram os chamados “cursos livres”, abaixo você vai entender melhor como eles podem te ajudar a se manter atualizado e alavancar sua carreira.

O QUE É?

Um curso livre, em resumo, é oferecido sem um mínimo ou um máximo de duração, podendo variar entre alguns dias ou alguns meses, focado na qualificação profissional de determinada área.

Mesmo não sendo reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC) por possuírem quantidade inferior a 360 horas, têm base legal no Decreto nº 5.154/04 e na Portaria Nº 008/02. Para cursar um deles não precisa de comprovação de escolaridade anterior e os certificados de conclusão são emitidos diretamente nas instituições.

PARA QUEM É RECOMENDADO?

Os cursos livres são recomendados para aqueles profissionais que procuram alguma qualificação rápida e acessível financeiramente, com ausência do diploma normalmente dado no caso de cursos com duração maior. É recomendado para aqueles que estão no início da carreira ou querem aperfeiçoar um determinado conhecimento.

Mesmo sendo menos rigoroso com relação aos cursos de pós-graduação, o aluno precisa ter disciplina e organização para manter o foco nos estudos de um curso livre.

QUAL A DIFERENÇA?

A principal diferença é que todos os cursos, sejam técnicos, para graduação ou profissionalizantes precisam da autorização do MEC, além de aderir às competências necessárias como carga horária e eixo temático. Já para os cursos livres a única exigência é que o aluno tenha concluído o ensino fundamental, isso facilita a qualificação no mercado de trabalho bem antes do que qualquer outro.

Além do mais, os cursos livres costumam ser muito mais rápidos e direto nos assuntos, sem prolongar os temas, chegando direto ao ponto.

As opções são as mais variadas possíveis para esses cursos, indo desde de confeitaria até disciplinas de web design.

Por último, é válido ressaltar que o diploma do curso livre é reconhecido apenas como atualização e capacitação profissional, e não como habitação profissional tal como nos demais cursos.

QUAIS SÃO AS VANTAGENS?

Além do período de duração ser menor e o conteúdo ir direto ao ponto sem precisar estudar matérias desinteressantes à sua profissão, conforme citamos várias vezes acima, essa modalidade muitas vezes é oferecida como estudo à distância (EAD), nesse caso o principal benefício é a economia de tempo e a chance de ver e rever a aula quantas vezes for preciso, e as mensalidades são acessíveis financeiramente, o que pode ajudar na educação complementar de quem ainda não possui renda própria.

Viu como as vantagens e benefícios de fazer um curso livre são enormes para quem precisa se atualizar ou ingressar rapidamente no mercado de trabalho? Conheça suas opções e comece agora mesmo a pensar em sua carreira.